[Especial] Julia Quinn – The Two Dukes of Wyndham


Olá leitores,
Continuando com especial do mês Julia Quinn, apresento-lhes a duologia que a autora escreveu logo após de Os Bridgertons, “The Two Dukes of Wyndham”, que traduzindo ao pé da letra seria Os Dois Duques de Wyndham.


Segundo a autora, a ideia de escrever essa duologia aconteceu logo no início de sua carreira de escritora quando estava ouvindo o rádio e a música “Industrial Disease” do Dire Straits começou a tocar. JQ explica, em seu site, que essa música é uma de suas favoritas e uma parte específica da letra lhe chamou a atenção:  “Dois homens dizem que são Jesus. Um deles deve estar errado.” Na mesma hora, ela refletiu sobre a letra e pensou:“Dois homens dizem que são o Duque de Algo. Um deles deve estar errado.” A autora se interessou sobre o tema mas entrou num dilema: “Como levantar dúvidas sobre a sucessão de um ducado, sendo que esse tipo de coisa era geralmente bem documentada?” Portanto, só após encontrar uma solução a autora começou a produzir seu romance e suas personagens. 

“Industrial Disease” - Dire Straits

Apesar do livro "The Lost Duke of Wyndham" ter sido lançado primeiro, a autora explica que não há uma ordem de leitura para esta duologia, pois suas histórias acontecem ao mesmo tempo. JQ chegou a pensar a escrever esses livros de forma sequencial, mas percebeu que haveria muitas cenas importantes como o da revelação de quem seria o verdadeiro duque, que ela não gostaria de mostrar o ponto de vista de apenas um único herói, ou seja, há muitas cenas que acontecem em ambos os livros, mas visto sob a perspectiva de outras personagens. Ao contrário de outros livros e série da autora, The Lost Duke of Wyndham não possui nenhuma referência ou personagens de nenhum livro anterior da autora. Ela explica que depois de oito livros de Os Bridgertons ela estava ansiosa em criar um universo ficcional inteiramente novo. As capas desses livros foram idealizadas com intuito de parecer um pôster de filme romântico.

The Lost Duke of Wyndham
Sinopse: Jack Audley foi um ladrão de estrada. Um soldado. E ele sempre foi um ladino. O que ele não é, e nunca quis ser, é parte da aristocracia, responsável por uma herança antiga e pelo sustento de centenas de pessoas. Mas quando ele é reconhecido como o filho há muito perdido da Casa de Wyndham, sua vida despreocupada acabou. E se o seu nascimento se revelar legítimo, ele se encontrará com o título que nunca desejou: Duque de Wyndham. Grace Eversleigh passou os últimos cinco anos trabalhando como companheira da duquesa de Wyndham. É um trabalho ingrato, com pouquíssima folga da rotina ... até que Jack Audley chega à sua vida, com todos os sorrisos e charme despreocupados. Ele não é um homem que não aceita uma resposta, e quando ela está em seus braços, ela não é uma mulher que quer dizer não. Mas se ele é o verdadeiro duque, então ele é o único homem que ela nunca poderá ter… (traduzido do site da autora)

Mr. Cavendish, I Presume
Sinopse: Amelia Willoughby está noiva do Duque de Wyndham desde que se lembra. Literalmente. Com apenas seis meses de idade, quando os contratos foram assinados, ela passou o resto da vida esperando. E esperando. E esperando ... por Thomas Cavendish, o tão rico duque, finalmente se casar com ela. Mas como ela o observa de longe, ela tem uma suspeita de que ele nunca pensa nela ... É verdade. Ele não pensa. Thomas gosta muito de ter uma noiva – principalmente para manter longe os maridos das damas que corteja - e ele pretende se casar com ela ... eventualmente. Mas quando começa a perceber que sua noiva pode ser algo mais do que conveniente, o mundo de Thomas é abalado pela chegada de seu primo perdido há muito tempo, que pode ou não ser o verdadeiro duque de Wyndham. E se Thomas não é o duque, então ele não está comprometido com Amelia. Qual é a piada mais cruel de todas, porque este duque arrogante e ilustre cometeu o erro de se apaixonar ... por sua própria noiva! (traduzido do site da autora) 

Essa vai ser minha leitura da semana, faz tempo que gostaria de ler essa duologia da autora e estou curiosa para saber quem de fato é o verdadeiro duque.
 
Espero que estejam apreciando o especial!
Bjokas da Elo!

5 comentários

  1. Oii Eloise.
    Essa é uma série da Júlia que pretendo ler em breve. Parece bem bacana e diferentona. Espero gostar muito do livro.
    Beijos.

    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  2. Oie!!

    Sou apaixonada pela Júlia, então só posso amar esse especial!!
    Não li essa duologia ainda, mas gostei tanto de saber de como surgiu a ideia.
    A foto está mara!!!! Amei!

    bjs
    Fernanda

    ResponderExcluir
  3. Ei! Tudo bem?

    Amo a Julia e essa história tinha me conquistado muito, mas agora que eu sei os motivos por detrás da obra, fico muito mais empolgada. Espero conseguir realizar a leitura o mais breve possível.

    Beijos!
    http://www.365coresdouniverso.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Como não amar essa autora né? de uma frase retira uma história genial!
    Confesso que gosto do fato de não ter conexão com outras histórias que já existiam hahaha
    Só essas capas que não são muito legais né hahaha

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem ?

    Nossa esse blog está com uma dica melhor que a outra e no momento está passando Julia Quinn na minha cara kkkkkkkkkkk. Tenho que ler os livros dela, todos indicam e eu ainda preciso despachar minha lista. Espero que goste muito da duologia e conte tudo aqui .

    ResponderExcluir

Topo