[Séries de TV] The Handmaid’s Tale



Baseada no romance homônimo de 1985 da escritora Margaret Atwood (publicado no Brasil como "O Conto da Aia", pela editora Rocco), a série de TV, The Handmaid’s Tale, estreou nas telinhas americanas em 26 de abril de 2017. Criada por Bruce Miller, a série reúne em sua primeira temporada um total de dez episódios.


A história da série se passa em um futuro próximo, onde as taxas de fertilidade estão baixas em todo mundo, devido a poluição e doenças sexualmente transmissíveis. Após um atentado terrorista derrubar o presidente dos EUA e a maioria do Congresso americano, um grupo revolucionário que se auto intitula “Filhos de Jacó” suspende a Constituição dos Estados Unidos com o intuito de restabelecer a ordem. No entanto o grupo transforma o país na República de Gilead, uma teonomia cristã (forma de governo em que a sociedade é governada pela lei divina) e instaura um regime totalitário com base nas leis do antigo testamento, retirando os direitos das minorias, principalmente das mulheres.



Devido a infertilidade mundial, as poucas mulheres que ainda são fecundas se tornam “servas” (Handmaid) da elite governante. Inserida nesse contexto está June Osborne (interpretada por Elisabeth Moss), que passa a se chamar Offred após se tornar uma handmaid. É sob a perspectiva dela que acompanhamos o destino das mulheres na trama. Offred é designada para trabalhar na casa do Comandante Fred Waterford (Joseph Fiennes) e de sua esposa Serena Joy Waterford (Yvonne Strahovski).


A realidade de uma Handmaid é cruel e perturbadora, seu único propósito é o de procriação, ou seja, se ela é uma mulher fértil e a esposa do Comandante não é, o que acontece? Isso mesmo, Offred está ali para ter “relações” com o Comandante Fred e gerar um filho dele. Só que a situação constrangedora não para por aí, essas “relações” são praticamente um tipo de ritual, onde a esposa também participa e segura os braços da Handmaid, ou seja, a mulher é estuprada e depois que fizer o necessário pelo casal, ela pode ser designada para outra casa. A intenção dos Filhos de Jacó é de manter os níveis demográficos da população, e as Handmaids seriam a solução ideal.


É uma situação, no mínimo, revoltante. Quando eu assisti essa série fiquei pasma com as situações vivenciadas pela protagonista e foram inúmeras as vezes que refleti sobre, afinal não é difícil de acreditar que isso pode acontecer com a nossa sociedade. Imagina, se tudo à nossa volta, tudo que acreditamos e vivemos mudasse drasticamente. Offred é uma personagem extremamente forte, no entanto, é válido pontuar que ela tem uma motivação na trama, algo que faz ela seguir em frente e isso faz toda diferença, pois é uma personagem que se alimenta de esperança. Inclusive, esse foi um aspecto que considerei muito inteligente para trama, até porque muitas outras Handmaids não suportam a vida que levam, o que é bem compreensível.



O novo regime é militarizado, hierárquico e extremamente fanático, onde as mulheres são subjugadas, não tendo permissão para trabalhar, para possuir propriedades, controlar dinheiro e nem ao menos ler. As Handmaids são sujeitas às regras rigorosas e estão em constante vigilância, um erro pode levá-las a execução. Sem mencionar que elas sempre estão uniformizadas com uma vestimenta vermelha e um chapéu que parece ter a mesma função de "antolhos" (aquele acessório que se coloca na cabeça do cavalo para limitar sua visão e fazê-lo olhar apenas para frente). É uma série chocante e ao mesmo tempo espetacular, com uma fotografia impecável e excelente interpretação. Uma trama que mexe com nossas emoções, que nos faz pensar e refletir até que ponto o ser humano é capaz de chegar e condenar o próximo pelo seu bem-estar. Mal posso esperar pela segunda temporada e pretendo ler o livro também, claro.


The Handmaid’s Tale foi aclamado pela crítica e venceu como Programa do Ano e Série Dramática no Television Critics Association, além de ganhar oito Prêmios Emmy do Primetime, dentre eles o de Melhor Série Dramática de 2017. Os primeiros episódios da segunda temporada estão previstos para 25 de Abril de 2018.




Eloise G.F

15 comentários

  1. Oi Eloise.
    Amanha começarei O Conto da Aia e mal posso esperar para isso. Vai ser um livro que vai me despertar varias emoções. Amo livros assim.
    Quero assistir a serie em breve. Espero gostar tanto como você.
    Beijos.
    Blog: fanficcao.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jess,
      Agora eu preciso ler o livro hahaha, espero que você aprecie a leitura, quero muito ler sua resenha. E espero que curta a série também, me envolvi totalmente com essa trama.

      Bjux lindona!

      Excluir
  2. Oiee,
    Já li resenhas sobre o livro e a série e confesso não ter coragem para ler ou assistir kkkkkkkk, mas concordo com o fato de ser uma discussão importante, principalmente para nós mulheres que sempre somos as mais desfavorecidas em diversas situações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii,
      Então, apesar da série abordar uma temática séria e importante, não achei as cenas em si tão pesadas, o que mais acontece mesmo é a reflexão por nossa parte, porque é angustiante acompanhar as situações vivenciadas pelas personagens. Agora ler o livro deve ser mais profundo, acho que pode ser até mais impactante.

      Quando puder assista sim,vale a pena <3
      bjux!!!

      Excluir
  3. Eu só li o livro e até hoje não digeri por completo, é terrível e belo! Uma obra genial!
    Mas não tenho coragem de ver a série, a leitura já foi tão pesada que não consigo repetir as cenas no momento rsrs

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vivi,
      Achei a situação vivenciada pelas personagens realmente chocantes,mas as cenas da série apesar de impactantes não tão pesadas - ao meu ver. O livro realmente deve ser mais profundo. Quero muito ler e já sei que será uma leitura que vai mexer com minhas emoções.<3

      Bjokas!!!

      Excluir
  4. Ei! Tudo bem?

    Sou louca para ler o livro, mas nunca tive vontade de ver a série, apesar de ter uma amiga que é apaixonada e vive falando para eu assistir. Adorei sua postagem, você conseguiu passar vários pontos importantes que a história passa com sua mensagem que é tão revoltante, mas bom.

    Beijos!
    http://www.as365coresdouniverso.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cecília,
      Ainda não li o livro, mas concordo com sua amiga, a série é perfeita. Vale a pena assistir, é realmente um assunto revoltante, eu ficava o tempo todo refletindo sobre a situação vivenciada pelas personagens.

      A série apesar do conteúdo impactante não é tão pesada, e é bem fluida, você termina um episódio já querendo devorar o próximo.

      Recomendo muito!
      Bjux!

      Excluir
  5. Olá, estou doidinha para assistir essa série , mas infelizmente não terminei as que estou assistindo ainda kkk. Até o momento não sabia do que se tratava até ler sua resenha, agora é que quero assistir mesmo rs.
    Bjocas e um bom domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Coloca ela na lista sim, porque vale muito a pena. Espero que goste <3

      Bjokas!!!

      Excluir
  6. Olá, tudo bem?
    Mana, eu comecei a ler o livro mas achei um pouco lento e empaquei na leitura. A série parece ser muito boa, todos falam muito dela, espero ver logo.
    Adorei o POST
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi , estou louca para ler o livro. Quando a narrativa é um pouco arrastada é complicado mesmo. Quando puder assista sim, essa série é TOP ;)

      Bjokas!

      Excluir
  7. Great post! I follow you, follow me back pls <3
    http://jelenaaak.blogspot.rs/

    ResponderExcluir
  8. Essa parece ser uma série incrível, assim como deve ser o livro! Quero ler o livro primeiro para depois ver a série, então acho que vai demorar um tantinho rsrs
    Pelo que comentou e pelos várias resenhas que tenho lido sobre essa história, é algo que é possível de acontecer, mesmo sendo tão terrível, o que é assustador...

    Abraço!
    https://bloghistoriasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá estou me preparando psicologicamente para assistir e ler o livro . Sua resenha da série me deixou ainda mais curiosa para assistir e ler ao livro

    ResponderExcluir

Topo