[Luz, Câmera, Ação] Mulher Maravilha


Baseado na personagem homônima da DC Comics, o quarto filme do universo estendido DC foi dirigido por Patty Jenkins e distribuído pela Warner Bros Pictures teve sua estreia no Brasil no dia 01 de Junho deste ano. O roteiro de Allan Heinberg cuja história foi co-escrita por Heinberg, Zack Snyder e Jason Fuchs, retrata a vida de Diana Prince que é treinada desde cedo para se tornar uma guerreira imbatível. Diana vive como princesa das Amazonas em Themyscira, local onde mulheres guerreiras vivem sob as bênçãos do deuses do Olimpo, e nunca saiu da ilha, desconhecendo o mundo dos homens. Contudo, quando o piloto Steve Trevor se acidenta e cai dentro do território da ilha, ela descobre que o mundo está vivendo uma terrível guerra (Primeira Guerra Mundial) e decide deixar seu lar e combater o conflito. Assim, Diana Prince se torna Mulher Maravilha, e ao longo de sua batalha, conhece melhor o mundo dos homens e percebe qual é sua verdadeira missão na Terra.


O elenco é composto por Gal Gadot, Chris Pine, Robin Wright, Danny Huston, David Thewlis, Connie Nielsen e Elena Anaya. Desde 1996, vários produtores tentaram desenvolver um filme da Mulher Maravilha (Wonder Woman), Jenkins assinou para dirigir este filme apenas em 2015, começando as filmagens em Novembro do mesmo ano. Ela foi a primeira mulher a dirigir um filme de super-herói com uma protagonista feminina. O filme estreou em Xangai em 15 de Maio deste ano e dia 02 de Junho nos EUA.

Mas o que falar desse filme? Estou completamente apaixonada. Já gostava e admirava Gal Gadot como Mulher Maravilha em sua performance em Batman vs Superman, e agora ela me conquistou de vez.

O filme ficou impecável, história bem narrada, lutas sincronizadas e repleto de ação. A produção soube intercalar muito bem os momentos divertidos e de tensão da trama. Adorei os figurinos, ambientação e efeitos especiais, esse último então, não me incomodou nenhum pouco, mesmo em momentos que tais recursos eram necessários, como no caso de lutas com poderes ou demonstrando força, não achei tão exagerado como vejo em alguns outros filmes de super-heróis. Em alguns casos chega a me incomodar a tal ponto que desejo que acabe logo a cena de ação, mas não foi o caso desse filme.


Gal Gadot explica, em entrevista a Digital Spy, que sua personagem aparece diferente diante da Mulher Maravilha retratada em Batman vs Superman: A Origem da Justiça, até porque a história do filme da Mulher Maravilha é retratada 100 anos antes das histórias atuais. Gal Gadot diz “Nós voltamos 100 anos para quando ela é mais ingênua”, e explica que, “Ela é essa jovem idealista. Ela é pura. Bem diferente da mulher crescida, experiente e super confidente que vimos até então.”


Todos os atores estão fantásticos em cena, mas preciso destacar a interpretação da Gal Gadot, pois ela está formidável. A forma que sua personagem cresce na trama, sendo uma mulher ingênua que desconhece o lado obscuro do ser humano, todo o processo que ela passa desde o conhecimento de coisas que ela jamais tinha visto na vida até seus momentos de decepção, tudo isso é transmitido ao espectador através de seu olhar. Gal Gadot deu um show de interpretação. Na verdade, todo ator deveria ser assim em cena, realmente vestir o personagem, mas nem todos conseguem trabalhar isso de uma forma orgânica e natural. Mas Gal Gadot me surpreendeu, ela definitivamente vestiu a roupa de Mulher Maravilha. Super recomendo!


Eloise G.F

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo